Mercado

Copa do Mundo dos cupcakes

Fábrica produz bolinhos com enfeites comestíveis de camisas, taças, bolas, bandeiras e estrelas

Cupcakes alusivos à Copa do Mundo de FutebolEm ano de Copa do Mundo de Futebol, nem cupcake escapa das cores verde e amarelo. A Fábrica de Cupcakes introduziu "adereços canarinhos" aos seus tradicionais bolinhos: camisas da seleção, taças, bolas, bandeiras e as estrelas dos títulos mundiais do Brasil. As novas coberturas, inclusive, já respondem por 30% da produção artesanal e manteve a empresa em plena atividade no período de Páscoa.

"Não vendemos ovos de Páscoa, não somos coelhos e nem fabricamos chocolate. Então, não tive saída, senão criar algo que eu pudesse explorar no período de Páscoa. Não poderia deixar as vendas caírem. Daqui sai o sustento de toda a família", explica Ricardo Gomes Papa, de 43 anos, fundador da empresa ao lado da mulher, Márcia Tatiana Petry, 38.

Os enfeites são fabricados com material comestível - pasta de leite ninho colorida com corante artificial. A inspiração veio de encomenda que recebeu em novembro do ano passado, quando uma agência de marketing lhe pediu um bolo em formato de campo de futebol. "De lá para cá, as vendas vêm crescendo aos poucos. Mas hoje, aniversário de menino, é quase tudo realizado com a temática futebol. Mickey e Ben 10, que eram os mais pedidos, ficou para trás."

De maio até junho, quando se inicia a Copa - o Brasil estreia no dia 12 de junho -, Ricardo espera que as vendas dos cupcakes enfeitados alcancem 50% do seu portfólio, que inclui ainda doces e salgadinhos. Ele estuda, inclusive, levar cupcakes para vender em Brasília (DF), nos dias dos jogos das seleções no Estádio Nacional Mané Garrincha.

"Sei que a Fifa (Federação Internacional de Futebol) está preparando um grande esquema de isolamento do estádio, mas estou pensando em ir assim mesmo, chegar próximo das áreas de embarque e desembarque dos ônibus. Seria bom não só para vendas, para mostrar o produto, fazer divulgação."

 

Início
Ricardo Papa, historiador de formação, e Márcia Tatiana, turismóloga, chegaram a Goiânia (GO), em 2010. Dois anos depois, montaram a Fábrica de Cupcake. A fanpage no Facebook tem 53 mil seguidores em todo o mundo. O sucesso da marca faz os empreendedores estudarem a expansão. A ideia inicial é colocar quiosques nos shoppings da Grande Goiânia - projeto está sendo elaborado. O cupcake continuará sendo o carro-chefe.

 

Serviço:
Fábrica de Cupcakes - 8247-7393 - 3434-5703
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800

 

Informações à imprensa:
Oficina de Comunicação: (62) 3225-4899
Agência Sebrae de Notícias (ASN Goiás): (62) 3250-2268

Tags: Copa, inovação