Workshop Brasil

França vai levantar experiências para a criação de um Selo Brasileiro de Indicação Geográfica

A iniciativa é promovida pelo Sebrae, MAPA, Ministério da Economia e INPI

O Sebrae, em parceria com os ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Economia, juntamente com o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), realiza, no próximo dia 8 de abril, o Workshop Brasil-França - Selo Nacional e Europeu de Indicações Geográficas.



O evento gratuito será totalmente online e voltado principalmente a técnicos, gestores, especialistas e representantes de indicações geográficas brasileiras. O objetivo do encontro é promover um intercâmbio entre Brasil e França com o intuito de gerar subsídios para a criação de um Selo Brasileiro de Indicação Geográfica.



Segundo analista de inovação do Sebrae, Hulda Giesbrecht, com esse evento os gestores e especialistas brasileiros terão a oportunidade de conhecer a experiência da França tanto com as Indicações Geográficas de produtos agropecuários, reconhecidas pela União Europeia, quanto com as IGs de artesanatos no país. Essas informações são importantes para orientar o trabalho do Grupo de Trabalho criado pelo Ministério da Economia, do qual também participam o Sebrae, o INPI e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), com o objetivo de estruturar o processo de criação do selo brasileiro de Indicações Geográficas. "Há um grande desconhecimento do consumidor final e do comércio em geral no Brasil dos conceitos de diferenciação e exclusividade que estão por trás das Indicações Geográficas no Brasil. Queremos conhecer como a França alcançou tão ampla reputação em relação às IGs do país", comenta Hulda.



Ainda segundo a analista do Sebrae, com a criação do selo brasileiro de Indicações Geográficas será possível distinguir e comunicar de forma direta e homogênea, ao mercado e aos consumidores, quais são os produtos das IGs brasileiras, assim como gerar um maior senso de pertencimento dos produtores das IGs que integram um grupo diferenciado na economia. "Acreditamos que as IGs brasileiras, que contabilizam mais de 50.000 produtores e empresas instalados em seus territórios com potencial de utilizarem desse signo distintivo em seus produtos, podem ter uma participação destacada na geração de riqueza e no desenvolvimento local", avalia.



Serviço:

Workshop Brasil/França - Selo Nacional e Europeu de Indicações Geográficas

Dia 8 de abril, às 9h15

Inscrições - aqui   <https://www.sympla.com.br/workshop-brasil---franca-selo-nacional-e-europeu-de-indicacoes-geograficas__1161953>


Assessoria de Imprensa Sebrae:

Telefone (61) 3348-7570 / (61) 3348-7754