Crescimento

Pequena empresa será protagonista do desenvolvimento

Presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Goiás, Ubiratan da Silva Lopes, afirma que a instituição estará sempre atenta às demandas do segmento empresarial

O presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Goiás), Ubiratan da Silva Lopes, prevê um cenário de recuperação da economia, muito em função do desempenho das micro e pequenas empresas. Para ele, a redução da burocracia e a desoneração dos tributos, propostas pelo governo federal, criarão um ambiente favorável aos pequenos negócios em 2019.

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), de janeiro a novembro de 2018, os pequenos negócios acumularam um saldo de 728,7 mil empregos gerados, seis vezes maior que o saldo registrado pelas Médias e Grandes Empresas. “Comecei minha jornada profissional aos 14 anos e, há mais de 30 anos, desempenho uma atividade empresarial. Portanto, sei muito bem quais suas as angústias, as dores e as necessidades dos pequenos empresários. Essa experiência empreendedora, aliada às minhas atividades classistas, contribuirá em muito para nossa gestão no Conselho Deliberativo do Sebrae”, conclui o presidente, sinalizando que a instituição estará sempre atenta às demandas do mercado e as tendências de gestão, inovação, tecnologia e informação.

Ubiratan é proprietário do Grupo Vibracom, especializado na fabricação de artefatos de cimento pré-moldados, com sede no Distrito Agroindustrial de Anápolis. Formado em Edificações pela Escola Técnica Federal de Goiás e Bacharel em Ciências/Matemática pela PUC Goiás, é vice-presidente da Confederação das Associações Comerciais do Brasil (CACB) e atual presidente da Federação das Associações Comerciais, Industrias e Agropecuárias do Estado de Goiás (Facieg), entidade que congrega mais de 80 associações em todo o Estado. Já presidiu a FIEG Regional de Anápolis e, por dois mandatos, a Associação Comercial e Industrial de Anápolis (Acia) e o Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário de Anápolis (SICMA).

Nova direção

Na quarta-feira passada (02/01/2018), o presidente Ubiratan da Silva Lopes deu posse à Diretoria Executiva e ao Conselho Fiscal do Sebrae Goiás, para o exercício de 2019/2022. O diretor-superintendente será Leonardo Guerra de Rezende Guedes. Wanderson Portugal Lemos permanecerá na Diretoria Técnica e Igor Montenegro Celestino Otto ocupará a diretoria de Administração e Finanças.

Para o diretor-superintendente, o desafio do Sebrae é atuar em sintonia com as políticas governamentais, a fim de propiciar maior desenvolvimento para o setor. "O Sebrae Goiás continuará praticando a inovação, com transparência e eficiência", considera. Segundo Guedes, todas as ações da gestão serão acompanhadas pelo Conselho Deliberativo.

Leonardo Guerra de Rezende Guedes é Doutor e Mestre em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com estágio Pós-Doutoral na Ryukoku University, Japão. É Professor Titular da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás) e Professor Titular da Universidade Federal de Goiás (UFG). Possui experiência na área de Gestão, com ênfase em Planejamento, Empreendedorismo e Gerenciamento de Projetos em Tecnologia. Já foi vice-presidente do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea) e diretor executivo da Fundação Aroeira e também foi o primeiro presidente da Fundação de Amparo e Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg).

Wanderson Portugal Lemos é médico Veterinário, com graduação pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Pós-graduado em Agentes de Inovação Tecnológica, pelo Sebrae, Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica (Abipt) e Faculdade Cambury, Gestão em Agronegócios, pela Universidade Sebrae de Negócios. Foi presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Goiás (CRMV-GO) por 12 anos. É do quadro efetivo de colaboradores do Sebrae Goiás.

Igor Montenegro Celestino Otto é graduado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás), Master of Business Administration (MBA) em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Foi Presidente-executivo do Sindicato da Indústria de Fabricação de Etanol do Estado de Goiás (Sifaeg). Autor de cinco livros de estratégias, tem mais de 20 anos de experiência de gestão de empresas dos setores de indústria, agronegócios, telecomunicações, construção civil e também no setor público, com ênfase nas áreas de estratégia, gestão (administrativa, financeira e de recursos humanos) e operações.

Os titulares do Conselho Deliberativo Estadual para o quadriênio 2019-2022 são Osvaldo Moreira Guimarães (Federação da Agricultura do Estado de Goiás/Faeg), que passa a ser o atual vice-presidente, Alexandre Eduardo Felipe Tocantins (GoiasFomento), Alzira de Fátima Vieira (Sebrae/NA), Edward Madureira Brasil (Universidade Federal de Goiás/UFG), Joaquim Mesquita (Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento/Segplan), Marcelo Baiocchi Carneiro (Federação do Comércio do Estado de Goiás/Fecomércio), Marcelo de Oliveira Moura (Associação Goiana da Micro e Pequena Empresa/AGPE), Marise Fernandes de Araújo (Caixa), Pedro Alves de Oliveira (Federação da Indústria do Estado de Goiás/Fieg),Ronaldo Alves de Oliveira (Banco do Brasil), Tito Souza do Amaral (Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico, Agricultura, Pecuária e Irrigação/SED), Valdir Ribeiro da Silva (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de Goiás (FCDL).

O Conselho Fiscal, que terá o mandato de 1° de março de 2019 até fevereiro de 2023 será composto por Divina Marcelo da Silva (Faeg), João Carlos Gouveia (Fieg) e Tarcísio Alves de Souza (Caixa).

 

Serviço:

Informações para Imprensa: (62) 3250-2236

Agência Sebrae de Notícias (ASN Goiás): www.go.agenciasebrae.com.br