Estratégia

Sebrae mapeia cinco dicas para montar uma vitrine

O lojista deve cuidar da montagem dos espaços de exposição para cativar a clientela

A vitrine é o primeiro canal de contato físico do cliente com a loja e é responsável por até 75% das decisões de compra. Por este motivo, ter um cuidado especial com a organização dos espaços é fundamental para atrair e cativar a clientela. Afinal, um bom layout agrega valor às marca, e para que isso aconteça, planejamento e ação são ferramentas necessárias. Para montar uma vitrine atrativa e que efetivamente chame a atenção dos consumidores e encante os clientes, vale investir em um planejamento focado no uso do espaço de maneira estratégica, não apenas expondo os produtos, mas ajudando a fortalecer sua marca.

O Sebrae reuniu cinco dicas para quem busca orientações e inspiração para montar a vitrine da forma mais assertiva. Confira as sugestões abaixo e veja essas e outras dicas no Canal do Sebrae no YouTube.

  1. Iluminação 

A iluminação focada é uma ótima estratégia quando se quer valorizar um produto. Eles podem ser dispostos para valorizar a composição, no caso do uso de displays. A iluminação em foco também pode estar direcionada de forma mais geral. Neons, abajures e outros tipos de iluminação são soluções criativas para montar uma vitrine diferente.

  1. Temas 

O ato de decorar vitrines e ambientações é uma arte complexa, uma vez que é necessário colocar-se no ponto de visão do consumidor e tentar compreender o que mais agrada e chama a atenção do seu público-alvo. A escolha de um tema para a montagem da vitrine pode estar associada às estações do ano ou a datas comemorativas, por exemplo. Seja qual for a temática escolhida, o objetivo é despertar a atenção do consumidor, apresentando produtos e serviços em pequenas histórias montadas em vidraças ou dentro das lojas.

  1. Elementos inusitados

Elementos diferentes também podem ser utilizados nas áreas de exposições. As datas comemorativas, por exemplo, são ótimas oportunidades para trabalhar temas específicos ao expor os produtos, tornando a vitrine atrativa. Outra opção é, em lugar de temas genéricos, pensar em temáticas específicas que fogem dos clichês habituais.

As vitrines temáticas devem oferecer aos possíveis clientes uma experiência sensorial que os levem a ficar tão interessados a ponto de entrar na loja e comprar um produto. Ambientar a vitrine criando cenários que contam uma narrativa, é uma estratégia muito utilizada, mas que ainda funciona muito bem.

  1. Texturas 

Elementos com texturas também ajudam a compor um visual diferenciado para a vitrine e para o ambiente da loja. O aspecto macio, liso, rugoso ou brilhante de uma superfície ajuda a chamar a atenção do potencial comprador. Vale ainda trabalhar com a criação de uma padronagem texturizada, por meio da repetição de um determinado elemento ou produto, criando um cenário diferenciado e atrativo.

  1. Planejamento

É de extrema importância oferecer sempre movimento e novidade. Surpreender o cliente é fundamental. Nesse sentido, um planejamento cuidadoso e minucioso para a montagem da vitrine ao longo do ano, ajuda a explorar da melhor forma possível o potencial de cada produto ou coleção através da criatividade e com economia de recursos.